Blogs

Um questionamento importante sobre os prefeitos e a atual fase da pandemia



Os prefeitos André Pessuto, Luís Henrique e Jorge Seba, de Fernandópolis, Jales e Votuporanga em coletiva no ano passado

Com a nova onda da pandemia do coronavírus ocasionada possivelmente pela variante Ômicron, uma pergunta é importante de ser feita neste momento.

Os mesmos prefeitos que estão tomando medidas para daqui 50 dias – como o cancelamento do Carnaval -, vão tomar remédios amargos, caso haja o aumento de internações e óbitos, como restringir a aglomeração de pessoas com o fechamento de igrejas, bares, baladas, restaurantes e a suspensão das aulas, visando controlar a pandemia agora?

Fica aí o questionamento, porque as medidas atuais são apenas para inglês ver.


30 Segundos

Notas rápidas sobre os acontecimentos mais relevantes da política local e nacional.

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.




Moro em Rio Preto

O ex-juiz e presidenciável Sérgio Moro (Podemos) confirmou nesta quinta-feira, 6, presença em um evento com...