Colunas

Outra visão sobre o Max e a alça; Artur, JP e as prévias do PSDB



REPERCUSSÃO
A coluna abordou na semana passada a questão do Max Atacadista e a construção da alça de saída para a rodovia Euclides da Cunha. Como é costume nesse espaço, fomos assertivos e diretos, dando nossa opinião sem rodeios ou meias-palavras. Obviamente, houve repercussão entre as partes envolvidas. Então segue o posicionamento da Prefeitura e qual a sua visão sobre a obra.

POSICIONAMENTO
A Prefeitura de Fernandópolis protocolou na última semana, por meio do vice-prefeito, Artur Silveira, junto ao presidente da ALESP, Dep. Est. Carlão Pignatari, um pedido para liberação de recursos financeiros na ordem de R$ 626 mil reais, visando à realização de uma obra de alça de acesso na marginal Luiz Brambatti - rodovia Euclides da Cunha.

Objetivo é oferecer uma nova saída de veículos (marginal/rodovia), através de recursos do Estado, desta forma, mantendo a integralidade do município em receber o IPTU da empresa atacadista ali instalada, que poderia até mesmo oferecer esse serviço através da compensação.

Destaca-se, que a empresa construiu com recursos próprios uma nova e importante entrada na cidade, que atende as necessidades inclusive dos moradores dos bairros adjacentes a Brasilândia, via de acesso pela avenida Getúlio Vargas e interligação mais rápida para o outro lado da marginal com um importante centro regional de compras.

O município possui plena confiança que será atendido pelo Governo do Estado de São Paulo com mais essa importante obra que irá beneficiar a todos.

FECHA A CONTA
É isso, na visão do município, é melhor arrumar o recurso do governo estadual e receber o IPTU do Max na íntegra – já que parte da primeira obra foi subsidiada com isenção fiscal. No fim das contas, o importante é que a obra vai sair. E o gestor tem toda a legitimidade para fazer as contas e encontrar a melhor saída financeira para o município. No final das contas não é o Max que está deixando de cumprir com algum acordo. Segue o jogo.

UM ADENDO
O prefeito André Pessuto (DEM), mesmo com a realização da obra, é daqueles favoráveis a ter mais entradas e menos saídas na cidade, visando com que os veículos de fora passem mais tempo dentro do município, podendo potencialmente gastar em nosso comércio. É uma visão.

PRÉVIAS
Neste domingo ocorrem as prévias do PSDB para a escolha do possível candidato a presidente pelo partido. No sistema de votação, filiados e demais cargos têm pesos diferentes. Vice-prefeito, Artur Watson (PSDB) tem o voto mais “valioso” que um filiado “comum”, por exemplo.

DE QUE LADO?
Watson declarou voto no governador de SP, João Doria (PSDB). O vereador João Pedro (PSDB), que também tem o voto com “mais peso” do que os filiados, mas com menos que o vice-prefeito, não revelou à coluna sua preferência. Além deles, outros 32 tucanos da cidade se cadastraram para participar da votação.

C&A
A C&A vem aí, mais uma grande marca que desembarca em Fernandópolis nos últimos tempos. Ganha a cidade, ganha o shopping, ganha o consumidor com mais uma opção de compra.

...
O clima esquentou nessa semana, e talvez o relacionamento entre os vereadores de Fernandópolis nunca mais será como antes com os fatos recentes. Mas esse é assunto para outra coluna.


Humores e Rumores

Os bastidores, repercussões e especulações da política local você lê aqui

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.



FEF, OAB e Fausto Pinato

EVOLUÇÃO A FEF anunciou durante essa semana a autorização pelo MEC da criação de...