Colunas

Demanda dos médicos foi atendida, agora só falta eles fazerem pelo povo



A demanda dos médicos foi atendida na noite desta terça-feira, 22, com a votação do Projeto de Lei que aumentou o salário do prefeito André Pessuto (DEM) para R$ 25 mil e, consequentemente, permitiu que os médicos elevem seus ganhos, que é limitado pelos rendimentos do chefe do Executivo.

Sem entrar no mérito da questão, que envolve direitos adquiridos, leis, Constituição e demandas de uma classe, uma nova pergunta surge: com a reivindicação dos médicos sendo atendida, agora a reivindicação da população, por um atendimento, principalmente, mais acolhedor, será atendida?

Não me venham médicos, políticos, comissionados ou quem quer que seja argumentar que o atendimento nos postinhos funciona como deveria funcionar. É exceção, e quem usa o serviço público sabe bem. Tem carga horária? Tem. Tem atendimento o dia todo como deveria? Longe disso. Como dito acima, onde tem, é exceção.

Ao que tudo indica, todos os problemas da classe médica em Fernandópolis dependiam da aprovação deste projeto. Agora, é torcer para que todos os problemas da população na saúde municipal também sejam sanados.


Humores e Rumores

Os bastidores, repercussões e especulações da política local você lê aqui

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.



FEF, OAB e Fausto Pinato

EVOLUÇÃO A FEF anunciou durante essa semana a autorização pelo MEC da criação de...