CoronaVírus

Região tem 131 óbitos de pacientes aguardando leitos de UTI Covid-19



Na região, 131 pacientes morreram à espera de um leito Covid. São pacientes que não resistiram à doença e faleceram antes de conseguir uma vaga no sistema de saúde regional.

A situação mais dramática é a de Votuporanga. Desde o dia 6 de março, quando a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi transformada em Central de Atendimento Covid, 40 pacientes com suspeita ou confirmação para coronavírus morreram antes de conseguir uma vaga de UTI. "Na UPA, todos os pacientes foram acompanhados por equipe médica e também foi utilizado todo suporte necessário, como respirador ou máscara de oxigênio", disse em nota a Prefeitura de Votuporanga.

Na cidade, um hospital de campanha está sendo montado e a previsão é que no fim de semana entre em funcionamento com mais 12 novos leitos com respiradores. "Totalizando 23 leitos de suporte para atendimento de pacientes com sintomas graves que aguardam transferência para UTI", informou a Prefeitura.

Em Jales, apenas na terça-feira, 30, cinco pacientes morreram esperando por leitos. As vítimas foram duas idosas de Jales; dois moradores de Santa Albertina e uma moradora de Paranapuã. Uma sexta morte de paciente com Covid-19 à espera de leito também está sendo investigada, visto que o resultado do exame da paciente ainda não saiu.

Nesta quarta, duas pessoas morreram esperando vagas na UPA Fernandópolis.

Apenas nessa quarta-feira, 31, um total de 91 pacientes aguardavam leitos de UTI em prontos-socorros e hospitais municipais do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Rio Preto, sendo que 67% deles estavam na fila de urgência ou emergência, ou seja, com alto risco de morte.

Procurada, a Secretaria Estadual de Saúde informou que a demanda de transferências para casos de Covid-19 registrados na Cross cresceu 117% em comparação ao pico da pandemia. "Atualmente, são cerca de 1,5 mil pedidos por dia, contra 690 em junho de 2020, quando foi o auge da primeira onda. Já houve cerca de 190 mil regulações desde março do ano passado. Cerca de 35% das solicitações diárias referem-se a leitos de UTI", afirmou a pasta em nota.

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais sobre CoronaVírus