Esportes

Próximo adversário do Fefa: técnico refuga do América após ver derrota do time no Teixeirão



O técnico João Batista, que acompanhou a derrota do América por 3 a 1 diante do Taquaritinga, nesta quarta no Teixeirão, ao lado do presidente do América, Luiz Italiano, e do gestor Marcelo Boldrin, não acertou com a diretoria. O ex-lateral da Inter de Limeira não chegou a um acordo financeiro com a diretoria.

"Ele não vai ficar não", disse o presidente do clube, Luiz Italiano, sobre João Batista. "Ele é um dos nomes, e estamos conversando com mais dois", insistiu o gestor do América, Marcelo Boldrin, que já chegou a chamar o time de "bunda mole", após derrota de 1 a 0 em Catanduva, no fim de semana.

O time de Rio Preto, que nesta quarta foi dirigido interinamente pelo gerente de futebol Antonio Lucas, perdendo de 3 a 1 para o Taquaritinga, em Rio Preto, volta a jogar às 15h de domingo, contra o Fernandópolis, no estádio Cláudio Rodante, em Fernandópolis.

O próximo técnico, ainda a ser definido, terá a difícil missão de recuperar o América, lanterna da quarta divisão do campeonato paulista, a chamada Série B, ou "Bezinha". O time perdeu os quatro jogos que disputou e só não corre risco de rebaixamento porque está na última divisão.

Enquanto procura técnico, a diretoria diz que agora vaio contratar novos reforços, na tentativa de fazer a equipe reagir. O técnico Jorge Saran, que dirigiu a equipe nos três primeiros jogos, foi transferido para o comando do time sub-20, que vai disputar a Copa São Paulo de Juniores.

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais sobre Esportes