Polícia

Polícia Civil prende irmãos suspeitos de ter envolvimento na execução de açougueiro



Nesta quarta-feira (18), a Polícia Civil prendeu mulher, de 28 anos, e um homem, de 23 anos, suspeitos de envolvimento na morte de um açougueiro, de 50 anos, em Parapuã (SP), em abril deste ano. A dupla foi localizada em São José dos Campos (SP), cidade que fica no Vale do Paraíba, a 650 quilômetros de distância do local do crime. Conforme o delegado José Luís Junqueira, os dois presos são irmãos e a motivação do crime seria passional.

A Operação Corte Fino foi desenvolvida pela Delegacia da Polícia Civil em Parapuã com apoio das Delegacias de Investigações Gerais (DIG) e sobre Entorpecentes (Dise) de Tupã (SP).

"Depois do homicídio foram iniciadas as investigações pela Delegacia de Polícia de Parapuã. Durante as investigações, conseguimos esclarecer quem seriam os autores. Foi representado ao Poder Judiciário pela decretação da prisão temporária de dois investigados, juntamente com mandados de busca e apreensão, todos a serem cumpridos em São José dos Campos, porque a investigação apontou que eles estariam foragidos no local", afirmou Junqueira ao g1.

As ações tiveram início por volta das 6h.

"Conseguimos encontrar os dois autores, que foram autuados e presos de acordo com o mandado de prisão temporária. No local, também havia uma arma de fogo, que é uma arma de fogo diversa da que foi utilizada no crime, que também foi apreendida. Eles também responderão pelo crime de porte ilegal de arma de fogo", salientou o delegado.

Junqueira também informou que os irmãos são ciganos, moradores de Jales (SP) e Fernandópolis (SP), na região de São José do Rio Preto (SP). Eles devem passar por audiência de custódia na Justiça.

"Os autores vão ser indiciados pelo crime de homicídio qualificado e dano qualificado porque, além de terem matado a vítima com nove disparos, também puseram fogo no carro dela", destacou o delegado.


RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.

Mais sobre Polícia