Polícia

Operação da PF investiga esquema de lavagem de dinheiro e contrabando na região



 

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (7) a Operação Greening, que investiga crimes de lavagem de dinheiro e contrabando de cigarros em São José do Rio Preto (SP).

De acordo com nota divulgada pela PF, aproximadamente 20 policiais federais cumpriram quatro mandados de busca e apreensão na cidade. Os mandados foram expedidos pela 6ª Vara da Justiça Federal de São Paulo, que também decretou a quebra de sigilo bancário dos investigados.

​CONTRABANDO E LARANJAS

O principal investigado é responsável pela prática reiterada do crime de contrabando de cigarros, já tendo sido preso duas vezes por esse crime. "A PF constatou que, com o dinheiro obtido de forma ilícita, estão sendo adquiridos diversos bens de valor relevante, especialmente imóveis, os quais são registrados em nomes de laranjas, a fim de dar aparência de legalidade a tal patrimônio, o que configura a prática de lavagem de dinheiro", disse a PF.

A PF apreendeu documentos, mídias e equipamentos eletrônicos que serão analisados para auxiliar nas investigações. As penas máximas para os crimes de lavagem de dinheiro e contrabando são, respectivamente, 10 anos e 5 anos de reclusão.

​A operação foi batizada de “Greening” em alusão ao nome de uma doença causada por uma bactéria que extermina os citros, tratando-se de referência à utilização de “laranjas” para ocultação de bens oriundos do crime antecedente (contrabando de cigarros) praticados pelos investigados.

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais sobre Polícia