Saúde

NASF inicia o projeto ‘Cesta nada básica’



A equipe multiprofissional do NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) de Fernandópolis iniciou um projeto inovador chamado “Cesta Nada Básica”, que consiste em orientações em saúde a partir do conjunto de gêneros alimentícios integrantes das cestas básicas.

A ação é idealizada pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio dos Cras (Centros de Referência de Assistência Social), que contém o público-alvo da iniciativa. 

As oficinas são coordenadas pela nutricionista Maria Cristina Sgoti, fonoaudióloga Lívia Del Grossi, psicóloga Joana Teixeira e as receitas iniciais apresentadas pela equipe foram: “releitura baião de dois” e “torta de arroz”. “O intuito do nosso projeto é realizar uma matemática simples com os componentes da cesta básica, com a intenção de somar e multiplicar, visando oferecer o que é melhor e sempre dentro das possibilidades de cada um”, destacou a psicóloga, Joana Teixeira.

“Vamos desenvolver um trabalho de valorização da cesta básica, considerando que ela possui alimentos essenciais à nossa rotina alimentar. Por que nome ‘Cesta Nada Básica’? Vamos valorizar e criar novos pratos usando os alimentos. Na gastronomia atual usa-se o nome releitura de receita, onde você faz a partir da original uma nova receita, conforme o seu perfil, seu momento e as suas preferências”, falou Maria Cristina Sgoti.

“Pretendemos contribuir com a fonoaudiologia orientando a mastigação e a deglutição para melhor absorção dos nutrientes, com saciedade mais rápida por meio de menor quantidade de alimentos”, explicou Lívia Del Grossi.
 

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais sobre Saúde