Política

Em visita a Alesp, governador responde às demandas de parlamentares



Como um modo de aproximar o Poder Executivo do Legislativo, o governador João Doria desde que assumiu realiza visitas mensais à Alesp para conversar com os deputados sobre demandas e projetos. Nesta quinta-feira (7/11), foi realizada a 8ª visita do chefe do Executivo, que reuniu deputados de diversas siglas. Doria aproveitou o tempo escutando os parlamentares e respondendo às questões pontuais apresentadas.

Os temas tratados na reunião foram variados. O deputado Coronel Telhada (PROGRESSISTAS) comentou o reajuste salarial e o benefício apresentado aos profissionais da Segurança Pública. "Esse reajuste não era o que nós queríamos. Esperávamos um pouco mais, lógico, mas agradeci por ele (Doria) ter colocado assistência jurídica total e gratuita para toda a Secretaria de Segurança Pública e para a Secretaria de Administração Penitenciária. Com o projeto que virá para cá, todos os profissionais terão uma assistência total jurídica e gratuita. Hoje em dia não tem e os servidores pagam do bolso deles. Vendem moto, carro e casa para pagar advogado", contou.

Furp
O encerramento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as atividades da Fundação Para o Remédio Popular (Furp) também esteve na pauta. A CPI teve 180 dias de duração e teve os trabalhos concluídos nesta quinta-feira. O deputado Edmir Chedid (DEM), que presidiu a CPI, trouxe a questão à tona para saber sobre as providências do Executivo. "Foram mais de 140 mil documentos coletados para chegar a um final positivo, que demonstrou as ligações e quem pode ter desviado recursos. O governador comentou que pretende vender as fábricas (de Américo Brasiliense e Guarulhos), mas elas deverão continuar fabricando remédios, e a iniciativa privada deverá assumir todos os funcionários da fundação. Ele está preocupado, pois são pessoas com expertise na área de fabricação de remédios", contou Chedid.

No encerramento, o governador João Doria agradeceu aos deputados que compareceram ao Salão Nobre, espaço em que foi realizada a reunião, e avaliou a conversa. "Fico sensibilizado em perceber que os deputados, em sua maioria, têm se manifestado em favor do povo que os elegeu. As demandas e os questionamentos dos parlamentares foram todos nessa direção, e não relacionadas a ideologia ou aos partidos", disse Doria.

Mais sobre Política