Saúde

Adolescente de 17 anos ganha coração novo, doado por familiares de jovem de 27 anos



Um adolescente de 17 anos de idade ganhou um coração novo e a chance de uma vida nova no Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto na tarde deste sábado (12). É o décimo transplante de órgãos realizado pela instituição desde que foi inaugurada, em 2013.

O procedimento foi realizado pela equipe do cirurgião cardiopediátrico Ulisses Croti, que foi até o Hospital São Domingos, de Catanduva, coletar o órgão doado por familiares de uma jovem de 27 anos. 

A tragédia da morte precoce da doadora se contrapõe à redentora segunda oportunidade de outras sete pessoas na fila transplantes. Além do coração (trazido para o HCM), outros sete órgãos beneficiaram pacientes em luta pela vida: pulmão (Incor-SP), fígado (HC de Ribeirão Preto), pâncreas (São Paulo), rins (Botucatu e São Paulo) e córneas (Banco de Olhos do HB). 

O receptor do coração em Rio Preto é morador de Lavínia, na região de Araçatuba. Ele estava internado na UTI cardiológica do Hospital de Base desde o dia 21 de agosto. Portador de miocardiopatia dilatada, que causa aumento do coração, o adolescente entrou na fila de transplantes há 3 dias. 

Com as cirurgias de transplantes do coração suspensas no HB, o paciente, que pesa apenas 48 quilos, ou seja, tem a constituição física de uma criança, foi encaminhado para o HCM, onde era possível fazer o procedimento. 

O transplante, que começou logo depois do almoço, teve a duração de 5 horas. O jovem está se recuperando na UTI. 

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP!
Receba gratuitamente uma seleção com as principais notícias do dia.


Mais sobre Saúde